Sexta, 24 de Novembro de 2017

Murilo terá que explicar à Assembléia "viagem" aos EUA

7 MAI 2008Por 07h:21
     

Maria Matheus e Lidiane Kober

 

O vice-governador Murilo Zauith (DEM) terá que explicar à Assembléia Legislativa onde esteve entre os dias 29 de abril e 4 de maio, quando deveria ter integrado a comitiva do governador André Puccinelli aos Estados Unidos. Com o apoio da bancada do PT, o deputado estadual Ari Artuzi (PDT) apresentou requerimento que deve ser encaminhado ao Governo do Estado questionando se o vice-governador viajou ao exterior. Artuzi também encaminhou ofício à Polícia Federal na tentativa de saber se a data de entrada e saída do País consta no passaporte de Zauith. Segunda-feira, Puccinelli informou que Zauith não integrou a comitiva sul-mato-grossense.

 

São três as perguntas dos deputados estaduais: Zauith integrou a comitiva de Mato Grosso do Sul aos Estados Unidos? Qual o total dos gastos da viagem, caso ela tenha ocorrido? Quando o vice-governador deixou o País, quanto tempo permaneceu em território estrangeiro e quando retornou?

 

Ontem, foi publicado no Diário Oficial do Estado a liberação de quatro diárias para o vice-governador, no total de R$ 2.033,60, que corresponde aos dias 29 de abril a 4 de maio. "As declarações do governador compremeteram ainda mais a situação do Murilo", avaliou Artuzi.

Leia Também