Quinta, 23 de Novembro de 2017

Murilo sai candidato a senador, nem que tenha que romper com o PMDB

19 FEV 2009Por 21h:30
     

Lívia Ferreira

 

Preterido pelo governador André Puccinelli (PMDB) na disputa pela vaga de senador na campanha eleitoral 2006, o vice-governador Murilo Zauith (DEM) está determinado a disputar o cargo em 2010, nem que para isto tenha que romper a aliança histórica com os peemedebistas no Estado. "Se o PMDB fizer a aliança com o PT, o Murilo vai disputar o Senado em outra chapa. Pode ser com o PSDB", revelou hoje, na sessão da Assembléia Legislativa, o deputado estadual Zé Teixeira (DEM). Para o parlamentar, embora Murilo não tenha saído vitorioso, a expressiva votação conquistada nas eleições para a prefeitura de Dourados mostram que o vice-governador tem potencial para a disputa. Por isto, Murilo não está disposto a ceder mais uma vez e deixar de concorrer, como fez em 2006 para favorecer a candidatura de Marisa Serrano (PSDB), que virou senadora.

Apesar de as próximas eleições reservarem duas vagas para o Senado, o governador André Puccinelli (PMDB) já avisou que uma delas será reservada aos aliados. "Esta vaga remanescente é para o PT, provavelmente para o senador Delcídio do Amaral", apostou Zé Teixeira.

Leia Também