Quinta, 23 de Novembro de 2017

Mulheres indiciadas por prática de aborto têm apoio juridico do CDDH

21 MAI 2008Por 10h:30
     

O Centro de Defesa da Cidadania e dos Direitos Humano Marçal de Souza Tupã I - CDDH, oferece gartuitamente assessoria jurídica para as mulheres que foram indiciadas por praticar aborto na clínica de planejamento familiar da médica Neide Mota Machado. A Promotoria Pública investiga 9,8 mil fichas médicas de mulheres que teriam abortado nos últimos 20 anos em Campo Grande. Os horários podem ser agendados pelo telefone 3382-2335.

Leia Também