Segunda, 20 de Novembro de 2017

Mulher que avisou PM viu trem caindo na cratera

21 MAR 2008Por 16h:29
     

         

Neri Kaspary

Cerca de duas horas depois de avisar a PM sobre o surgimento de uma cratera na ferrovia, Eufrásia de Góes viu o comboio se aproximando e caindo na cratera na noite de quarta-feira, mas a única coisa que pode fazer àquela altura foi rezar, revelou a funcionária da Fazenda Santa Clara no começo da tarde de hoje.

Dizendo-se ainda chocada, a mulher disse que ligou para a polícia pouco depois das 19 horas e acreditava que com o alerta o tráfego ferroviário tivesse sido suspenso, pois tinha certeza que algo grave poderia acontecer (duas pessoas morreram). A PM de Água Clara garante que por volta das 19h30min o aviso foi repassado à ALL.

        Eufrásia de Góes reside num retiro da Fazenda Santa Clara e, segundo ela, era humanamente impossível avisar aos maquinistas que estavam se aproximando da cratera aberta pela chuva no período da tarde, pois a casa fica a mais de 500 metros da ferrovia. "Meu marido ainda tentava me acalmar, mas eu sabia que ia acontecer uma tragédia", lamentou a mulher.

Leia Também