Segunda, 20 de Novembro de 2017

Mulher morre por reação à vacina contra a febre amarela

24 FEV 2009Por 11h:45
     

        A Secretaria Estadual da Saúde do Rio Grande do Sul confirmou ontem que a causa da morte de uma mulher de 39 anos foi o efeito colateral da vacina contra a febre amarela. O óbito ocorreu no dia 21 de janeiro, em Santa Maria, na região central do Estado, e desde então estava sob investigação do Centro Estadual de Vigilância em Saúde.
        O secretário da Saúde, Osmar Terra, explicou que as reações adversas, previsíveis para quem toma a vacina, podem se tornar fatais quando a pessoa imunizada tem deficiências imunológicas. "É por isso que a vacinação só é indicada para quem viaja ou vive em áreas de risco." A mulher de Santa Maria teria insuficiência renal, fazia hemodiálise, e decidiu tomar a vacina antes de uma viagem à zona rural do município, contrariando orientação médica.

        Com informações do Estadão

         

Leia Também