Sábado, 18 de Novembro de 2017

Mulher executada a tiros dentro de carro

21 FEV 2010Por 07h:47
Ma ria de Fát ima Flo - rentin Tavares, 31 anos, foi assassinada a tiros na madrugada de ontem. Segundo informações do 10º Batalhão de Polícia Militar, Pelotão do Tiradentes, a mulher foi encontrada por volta das 6h20min, na Alameda Santos, imediações da Lagoa Itatiaia, no Bairro Tiradentes. Ela foi morta com, no mínimo, seis disparos, sendo um no pescoço, próximo à orelha, e os outros cinco na região torácica. De acordo com a Polícia Militar, houve denúncia, por meio do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), de uma discussão de casal seguida de disparos de arma de fogo perto da Lagoa Itatiaia. Na Alameda Santos, uma via não asfaltada próxima à lagoa, a PM encontrou Maria de Fátima, já sem vida, no Ford EcoSport de cor chumbo, placas HTA-2315. O veículo estava registrado em seu nome e, segundo informações da polícia, foi adquirido há pouco tempo. Ainda conforme a Polícia Militar, o motivo do homicídio pode ter sido acerto de contas. Maria de Fátima possuía duas passagens por tráfico de entorpecentes e era conhecida na região por comandar bocas de fumo pelo local. Em fevereiro do ano passado, ela foi presa em uma casa no Jardim Flamboyant, com posse de mais de um quilo de cocaína. A vítima retornava para casa junto de uma amiga. Segundo a PM, as duas passaram a noite no Atalaia Show Bar e de lá seguiram para uma conveniência, na Marquês de Pombal, no Tiradentes, onde ficaram até Maria de Fátima levar a amiga para casa. A polícia acredita que a mulher foi seguida por uma motocicleta, já que no local havia marcas de pneu. Outro dado levantado é de que a mulher fazia o sentido contrário ao sua casa. Ela carregava a importância de R$ 120, em que não foi mexida. Para a PM, isso demonstra que não se tratava de um assalto. Os policiais ainda não têm pistas dos suspeitos. Há cerca de dois anos o irmão de Maria de Fátima, Rildo Florentin Tavares, foi assassinado com 70 facadas, no Estabelecimento Penal de Segurança Máxima, em Campo Grande. Ele chegou a fugir do presídio, mas quando foi capturado, acabou sendo morto no local.

Leia Também