Terça, 21 de Novembro de 2017

Mulher é declarada morta em hospital dois dias antes de sua morte

22 AGO 2009Por 13h:00
     

 

A aposentada Maria José de Melo, de 84 anos, morreu no último domingo (16) no Hospital Miguel Couto, na Zona Sul do Rio. No entanto, dois dias antes, seu óbito já havia sido declarado por uma médica do hospital.

 

A denúncia chegou ao vereador Carlos Eduardo (PSB), da Comissão de Saúde da Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro. De acordo com o parlamentar, após o prontuário ser preenchido com o parecer de óbito, uma enfermeira percebeu que a paciente respirava sem a ajuda dos aparelhos.

 

"Pude ver que o prontuário foi rabiscado quando a equipe confirmou que a mulher estava viva. É a medicina do rabisco?, disse o vereador. Ele informou ainda que vai encaminhar a denúncia ao Ministério Público e voltará na próxima segunda-feira ao hospital para ter acesso ao prontuário original.

 

 

 

Com informações do G1

Leia Também