Sábado, 18 de Novembro de 2017

Mulher diz que passou cinco dias nas mãos de sequestradores

14 SET 2008Por 20h:59
     

        Sílvia Tada

A vendedora L.M.C., de 35 anos, diz que passou cinco dias em poder de supostos sequestradores e foi libertada na tarde de sábado, em Campo Grande. A família não foi contactada pelos bandidos e a polícia investiga o motivo do crime. Conforme contou ontem, na última segunda-feira ela caminhava a pé próximo da rodoviária quando foi abordada por dois homens e uma mulher, que lhe pediram informações.

Ao parar para conversar, foi sedada pelo grupo e levada para uma casa. L.M.C. afirma que não se lembra quanto tempo permaneceu desacordada e que quando acordava, era novamente dopada. "Eu pensei que havia se passado somente um dia. Mas, na verdade, já era sábado", disse.

Anteontem à tarde, a vítima foi deixada no Parque dos Poderes. "Acordei e pensei que eles fossem me matar. Fiquei com receio de pedir ajuda. Fui caminhando até que encontrei o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar", relatou.

        A família já havia registrado um boletim de ocorrência com o desaparecimento de L.M.C.. Após ser encontrada, a mulher foi levada para o Posto de Saúde e, em seguida, para a Santa Casa, onde foi medicada. "Estou muito assustada. Ainda não consegui descansar".

Leia Também