Segunda, 20 de Novembro de 2017

Mulher alega na Justiça ser atacada por David Copperfield

20 AGO 2009Por 17h:00
     

 

Uma mulher entrou com um processo contra o mágico David Copperfield, alegando que foi ameaçada e atacada sexualmente por ele enquanto passava alguns dias como hóspede da ilha particular dele nas Bahamas.

Os advogados do mágico, Angelo Calfo e Parry Eakes, negam as acusações e afirmam que o processo é uma "extorsão de dinheiro planejada e simples".

O jornal "Seattle Times" afirma que a mulher é uma modelo de 22 anos e antiga candidata ao Miss Washington.
                
                Ela diz que conheceu Copperfield quando ele se apresentou na cidade de Kennewick, em 2007, e naquele ano foi convidada para visitar sua ilha particular.

O processo foi registrado em 29 de julho de 2007 em um tribunal de Seattle contra David Seth Kotkin, nome de batismo do mágico.

 

Com informações do Bol Notícias

Leia Também