Quinta, 23 de Novembro de 2017

Mudança de nome é assassinato de Mato Grosso do Sul

4 JUN 2009Por 23h:23
     

        Karine Cortez

         

        A Assembleia Legislativa deve definir no próximo dia 16 a estratégia para discussão da polêmica Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que sugere a troca do nome de Mato Grosso do Sul para Estado do Pantanal. O deputado Marquinhos Trad (PMDB) reagiu e disse que a mudança do nome do Estado seria o "assassinato" de Mato Grosso do Sul. "Não fosse a questão da Copa, ninguém discutiria este assunto. Ora, não se pode assassinar um Estado só porque ele não foi escolhido para sediar um torneio de futebol", criticou Marquinhos. Na opinião do parlamentar, o que deveria mudar é o "comportamento dos agentes públicos para divulgar mais o nome de Mato Grosso do Sul e não mudar. A pessoa é que faz seu nome e não o nome que faz a pessoa", salientou o deputado.

Leia Também