Terça, 21 de Novembro de 2017

MS vacinou apenas 64,17% da população contra rubéola

4 SET 2008Por 18h:30
     

 


        

O Mato grosso do Sul imunizou, até esta quinta-feira (4), 64,17% da população alvo da campanha nacional contra a rubéola. Faltando apenas oito dias para o fim da campanha, o estado ainda está com o percentual abaixo da média nacional, que é de 64,75%. A meta da campanha no Estado é imunizar 100% das pessoas entre 20 e 39 anos de idade.

As características mais marcantes da rubéola são as manchas vermelhas que aparecem primeiro na face e atrás da orelha e depois se espalham pelo corpo inteiro. O contágio ocorre comumente pelas vias respiratórias com a aspiração de gotículas de saliva ou secreção nasal. A rubéola congênita, ou seja, transmitida da mãe para o feto, é a forma mais grave da doença, porque pode provocar malformações. Quando a doença acomete crianças, as principais conseqüências para a saúde do paciente são cegueira, surdez e retardo mental. Mulheres que não tiveram rubéola devem ser vacinadas antes de engravidar.

Leia Também