Domingo, 19 de Novembro de 2017

MS terá US$ 312 mi para investir em rodovias estaduais

4 AGO 2010Por 08h:24
Carlos Henrique Braga

A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal deu aval ontem, para o Governo de Mato Grosso do Sul tomar US$ 300 milhões em empréstimo para pavimentar e reabilitar estradas. Em cotação de ontem (R$ 1,75), o valor equivale a R$ 525 milhões. O empréstimo será feito junto ao Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird), ligado ao Banco Mundial, a juros de 4,2% ao ano. As parcelas serão pagas semestralmente até 2015.
De acordo com o senador Delcídio do Amaral (PT), que presidiu a sessão de ontem, as obras serão contratadas em licitação internacional e divididas em cinco lotes. O governo já havia publicado abertura do prazo de licitação em 11 de fevereiro.
Serão pavimentados os trechos da MS-141, entre Naviraí e Angélica; da MS-145, e MS-167, entre Indianápolis e Deodápolis. Trechos entre Cantina Chapadão do Sul e Cassilândia da MS-306 e da MS-377, na altura de Inocência, serão reabilitados. (veja detalhes no quadro)
Segundo o relatório da comissão, os recursos “destinam-se a financiar parcialmente o Programa de Transportes e de Desenvolvimento Sustentável do Estado”, uma vez que deve “garantir melhores condições de infraestrutura de transportes para as regiões produtoras”. O asfalto vai incentivar a formação de cadeias produtivas na agropecuária, extrativismo vegetal e mineral.
O contrato será feito por meio da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos
(Agesul), que executará a obra. A contrapartida do governo estadual é de US$ 75 milhões.
Além do empréstimo para as obras nas rodovias, foi aprovado outro de US$ 12 milhões junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para modernizar a gestão administrativa, financeira e patrimonial de MS.

Leia Também