Sábado, 18 de Novembro de 2017

MPF recomenda anulação de mais um concurso da UFGD

10 MAR 2009Por 12h:30
     

        

 

O MPF (Ministério Público Federal), por meio da procuradora da República Joana Barreiro, recomendou a anulação do concurso público para o cargo de professor adjunto e professor assistente, para a área de farmacologia, realizado pela UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) nos dias 17 e 18 de fevereiro.

Para o MPF, ?o sorteio dos temas que seriam abordados nas provas escritas e práticas não foi realizado em conformidade com as normas previstas no edital, assim como violou os princípios da impessoalidade, moralidade e publicidade, previstos na Constituição Federal de 1988?.

 

Além da anulação do concurso, o Ministério Público Federal recomendou que a divulgação do local de realização da sessão pública de sorteio de temas seja feita em meio informativo de amplo e irrestrito acesso, e não apenas no mural da Universidade, com a indicação inclusive da sala aonde o sorteio irá se realizar. As provas escrita e prática, para a área de farmacologia, deverão ser aplicadas nas 24 horas seguintes à data determinada para a sessão pública de sorteio dos pontos.

 

A UFGD tem cinco dias úteis, a partir do recebimento da recomendação, para se pronunciar quanto ao acatamento da recomendação, comunicando a Procuradoria da República no Município de Dourados sobre as providências adotadas. A ausência de manifestação ou a recusa ao seu cumprimento poderá ensejar a adoção das medidas judiciais cabíveis.

Leia Também