Sexta, 24 de Novembro de 2017

MPF paralisa obra de porto de Eike Batista

17 AGO 2009Por 22h:00
     

 

O Ministério Público Federal em Campos (RJ) anunciou hoje que ajuizou uma ação civil pública na Justiça Federal, pedindo liminar para que sejam paralisadas as obras do Super Porto do Açu, avaliado em R$ 6 bilhões, um mega-empreendimento, misto de porto e complexo industrial, em São João da Barra, no litoral norte fluminense. Segundo o MPF, o empreendimento bilionário está sendo construído irregularmente, pois não houve licitação para a obra, a cessão da área para o porto foi indevida e a licença ambiental dada ao empreendimento ocorreu sem a aprovação do estudo de impacto ambiental. A obra é da LLX, do grupo EBX, do empresário Eike Batista. O projeto do porto prevê a movimentação de 25 milhões de toneladas de carga por ano.

 

Com informações do Terra

Leia Também