Sábado, 25 de Novembro de 2017

MPF denuncia quadrilha de grileiros de áreas no Pantanal

26 NOV 2009Por 10h:54
     

Terrenos do Governo federal, de belezas naturais expressivas no Pantanal de Mato Grosso do Sul, estavam sendo negociados por quatro pessoas, uma delas servidora da Secretaria do Patrimônio da União, com preços que variavam de R$ 1.200 a R$ 30 mil. O golpe durou de 2002 a 2008, segundo conclusão da Operação Veredas desencadeadas pela Polícia Federal, no início do ano e concluída hoje (26).

Baseado no trabalho da PF, o Ministério Público Federal denunciou hoje à Justiça Federal, toda a quadrilha por falsa identidade, concussão, corrupção passiva, usurpação de função pública, coação no curso do processo, formação de quadrilha e crimes ambientais. O crimes resultaram em prejuízos para dezenas de investidores que construíram pousadas e outros locais atrativos para os turistas, porque as glebas terão que ser devolvidas para a União.

Leia Também