Terça, 21 de Novembro de 2017

MPF contata irregularidades na UFMS Campus Pantanal

31 JUL 2009Por 14h:00
     

         

         

O Ministério Público Federal realizou investigações e constatou irregularidades no Departamento de Ciências Sociais do Campus Pantanal. Um professor acumula cargo público e outro exerce advocacia privada, o que é vedado por lei.  O MPF em Corumbá recomendou à reitora da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Célia Maria da Silva Oliveira, corrija as irregularidades.

O MPF também recomendou que a UFMS encaminhe ofício a todos os professores do Campus Pantanal, cujo regime de trabalho seja de dedicação exclusiva, reafirmando que não é permitido o exercício de outra atividade remunerada. A UFMS tem trinta dias para se manifestar sobre as medidas adotadas, a partir do recebimento da Recomendação.

         

Leia Também