Quarta, 22 de Novembro de 2017

MPE pedirá na Justiça devolução de valores em Dourados

5 SET 2010Por 09h:00
     

A Operação Uragano vai gerar outro processo na área cível por improbidade administrativa contra os envolvidos no desvio de dinheiro público na cidade de Dourados. Com isso será possível a devolução dos valores retirados ilegalmente dos cofres públicos. Ainda não há um cálculo fechado de quanto seria este montante, mas existe a estimativa de que só da saúde teriam sido desviados por mês R$ 2 milhões.
        
        Segundo o Campo Grande News o promotor responsável pelo caso, Paulo Zeni, informou na semana que vem pretende oferecer à Justiça a denúncia aos envolvidos com base no inquérito da Polícia Federal sobre o caso. No prazo de 30 dias, segundo ele, pretende ter apresentado, também, a ação civil pública por improbridade administrativa.
        
        Esse tipo de ação pode cobrar dos envolvidos os valores desviados, exigir a perda do cargo público e a decretação de inelegibilidade dos réus. De acordo com o promotor, as provas já apresentadas pela Operação Uragano são suficientes para a condenação dos envolvidos tanto na esfera criminal quanto na cível.  

Segundo ele, ?há muito mais coisa? em termos de irregularidades do que o que foi divulgado, indicando uma situação ainda mais grave em Dourados.

 

(Dourados News)

Leia Também