Sábado, 18 de Novembro de 2017

MPE passa a cuidar do caso Zeolla

5 MAR 2009Por 17h:30
     

                A polícia já concluiu o inquérito que investiga o assassinato de Cláudio Zeolla. O tio do rapaz e procurador de Justiça, Carlos Alberto Zeolla, está preso, acusado de ser o autor do crime. De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o inquérito foi encaminhado para o Ministério Público, que dará continuidade ao caso. A justificativa para o envio ao inquérito ao Ministério Público, é o cargo do acusado. Por ser procurador de Justiça, Carlos Alberto Zeolla tem uma espécie de foro previlegiado. Zeolla foi transferido da Acadêmia de Polícia para a carceragem do Garras. A arma encontrada ontem na BR-262 e que teria sido utilizada para matar o rapaz está registrada em nome do pai do procurador. Cláudio foi assassinado com tiro na nuca, no início da semana, enquanto seguia se bicicleta na Rua Bahia,na Capital.

                

                

                

                

                 

Leia Também