Sexta, 17 de Novembro de 2017

MPE discute situação do Guariroba com poder público e produtores

1 JUL 2009Por 17h:45
     

        A promotora Mara Cristiane Crisóstomo Bravo reúne-se amanhã, às 18h, com representantes de produtores rurais e autoridades competentes para discutir sobre a Área de Proteção Ambiental (APA) do Guariroba. A bacia, responsável pelo abastecimento de 51% da água potável de Campo Grande, apresenta pontos críticos de erosão e assoreamento e, caso não haja a realização imediata de ações preventivas e reparadoras, o principal recurso hídrico da Capital corre o risco de secar na próxima década. Os representantes de pecuaristas, presidente do Sindicato Rural de Campo Grande José Lemos Monteiro e da Associação de Recuperação e Preservação da Bacia do Guariroba, Wardes Lemos, pedem soluções em conjunto com o poder público e a sociedade, considerado que ?a água atende toda população campo-grandense?.

Leia Também