Sábado, 25 de Novembro de 2017

Mostra Cinema de Bordas começa hoje em São Paulo

22 ABR 2009Por 10h:50
     

        

 

A mostra Cinema de Bordas começa hoje e vai até domingo (26) no Itaú Cultural, em São Paulo. São filmes produzidos por lavradores, faxineiros, auxiliares de enfermagem, professores de kung-fu e por aqueles que estão à margem do cinemão oficial. "É um tipo de cinema que vai além do que a crítica considera bom ou ruim. Simplesmente, não consideram esses trabalhos dignos de estudo. Puro preconceito", diz a curadora da mostra e doutora em cinema para ECA-USP, Bernadette Lyra.

 

Os filmes selecionados têm diversas características em comum: custos baixíssimos (de R$ 30 a R$ 300), a utilização de equipamentos amadores e a participação de amigos e parentes nos elencos - além de uma dose incrível de improviso e espontaneidade. As histórias giram em torno de extraterrestres, lutadores de artes marciais, monstros e bizarrices em geral. "Tem coisas sensacionais como o Rico Pobre, de Manoel Loreno, o Manuelzinho. Ele é faxineiro e fez um filme que tem momentos de cinema burlesco e Chaplin", fala Bernadette.

 

Com informações do Estadão

Leia Também