Sexta, 24 de Novembro de 2017

Ministro sugere que MS peça área livre

4 MAR 2010Por 05h:33
O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, sugeriu ontem que Mato Grosso do Sul, São Paulo e Minas Gerais solicitem ao governo o reconhecimento de status livre da febre aftosa sem vacinação em conjunto, em função da proximidade dos Estados. Na última segunda-feira, o Paraná pediu ao governo esse reconhecimento. “O Paraná tem feito o dever de casa em relação à aftosa”, disse o ministro, que deixará o cargo daqui a um mês para concorrer a uma vaga de deputado pelo Estado. De acordo com ele, o pedido será avaliado pelos técnicos do Ministério. Stephanes salientou, porém, que, como as fronteiras entre o Paraná e São Paulo e entre o Paraná e Mato Grosso do Sul são longas, isso representa custo adicional nesse processo de reconhecimento. O Paraná faz ainda divisa com Santa Catarina, mas este foi o único Estado até o momento a receber o status, em 2001 pelo Brasil e, em 2007, pela Organização Mundial da Saúde Animal (OIE).

Leia Também