Sexta, 24 de Novembro de 2017

Militares que irão para Haiti iniciam treinos

19 JUL 2010Por 20h:17
O Comando Militar do Oeste (CMO) enviará 605 militares para o Haiti, sendo 517 de Mato Grosso do Sul e 88 de Mato Grosso, a partir de 15 de agosto. Eles fazem parte do 2º Batalhão de Infantaria de Força de Paz (Brabatt 2) e ajudarão na reconstrução do país devastado por terremotos, no início deste ano. A seleção e o treinamento dos voluntários começaram há quatro meses e, ainda hoje, serão iniciados os exercícios de simulação de combate, em Campo Grande.
No total, partirão para o país da América Central 908 pessoas, que formam o 13º contingente da missão de estabilização, com integrantes de outras regiões do Brasil. No total, são três companhias de fuzileiros, uma de cavalaria e um comando de apoio de força de paz.
“Nossa missão é ajudar no processo de estabilização do Haiti, para proporcionar segurança. Serão desenvolvidas ações de patrulhamento, vasculhamento, cooperação, assistência social, entre outras”, afirmou o major Alexandre Petrini Leonardo, da seção de Comunicação do Brabatt.
Nesta semana, todos os militares passaram concentrados na Capital para inspeção de saúde, vacinação, recebimento de equipamentos e passaram por trabalho psicológico de motivação. Nesta segunda-feira, serão realizados exercícios básicos de operação de paz, quando são simuladas situações análogas às que os voluntários encontrarão no Haiti. (ST)

Leia Também