Sábado, 25 de Novembro de 2017

Metade dos vereadores disputará eleições

3 JUL 2010Por 00h:03
Fábio Dorta, DE Dourados

Metade dos vereadores que compõe a Câmara Municipal de Dourados disputará as eleições deste ano. Dos 12 integrantes do Legislativo Municipal, seis passaram pelas convenções de seus partidos. Quatro tentarão vaga na Assembleia Legislativa, um será candidato a deputado federal e outro a suplente de senador.
Para a Assembleia, estarão na disputa Dirceu Longhi (PT), Aurélio Bonatto (PDT), Sidlei Alves (que é presidente da Câmara) e Marcelo Barros, ambos do Democratas (DEM). Humberto Teixeira Júnior (PDT) foi confirmado como candidato a deputado federal e Gino Ferreira (DEM) a segundo suplente de senador na chapa de Waldemir Moka (PMDB).
Mesmo com tantos integrantes em disputa eleitoral, nenhum deles até agora pediu afastamento do cargo. O presidente do Legislativo afirmou que os trabalhos na Câmara terão prosseguimento normalmente. As sessões ordinárias ocorrem sempre às segundas-feiras no período noturno. “Não deveremos ter alteração nesta rotina”, afirmou o presidente.
A Câmara Municipal de Dourados tem tradição de eleger seus representantes a cargos maiores. O ex-prefeito Laerte Tetila (PT) e o atual Ari Artuzi (PDT) iniciaram suas carreiras como vereadores, assim como os dois deputados federais que representam o município atualmente no Congresso Nacional, Marçal Filho e Geraldo Resende (PMDB).
Outros políticos douradenses também fizeram carreira partindo do Legislativo Municipal para a Assembleia e a Câmara dos Deputados, entre eles João Grandão (PT), Bela Barros (DEM), Walter Carneiro e Valdenir Machado (PTB).   

Leia Também