Sábado, 18 de Novembro de 2017

Mercedes realiza Show Bus em SP

21 MAI 2010Por 08h:21
Arlindo Florentino, São Paulo

Considerado o maior evento do setor de ônibus do Brasil, foi realizado esta semana em Campinas (SP), o Show Bus 2010. Além de estreitar o relacionamento com parceiros e revendedores, o acontecimento serviu também para o lançamento dos chassis 500 RSDD 8x2 e OF 1730, que são novas versões para o transporte urbano e rodoviário. No pavilhão montado no interior da fábrica, foram expostos 15 modelos da marca, proporcionando várias opções ao mercado de transporte urbano, rodoviário. Foi também demonstrada a preocupação com o meio ambiente, com o anúncio dos testes com motores biocombustíveis, com o diesel de cana e o biodiesel, além de um programa específico com a viabilização do BRT (sigla em inglês de ônibus de trânsito rápido), que foi apresentado aos gestores das cidades-sede da Copa do Mundo de 2014. O sistema é como a solução mais rápida, eficiente e econômica para as cidades que sediarão os jogos do maior torneio de futebol do mundo, que serão realizados no Brasil em 2014.

“Com a nossa experiência em outras Copas do Mundo e em eventos de grande concentração popular, chegamos à conclusão de que o BRT seria o meio de transporte mais viável para agilizar a locomoção das pessoas nas cidades-sede da Copa do Mundo de 2014. Estamos apresentando o nosso produto e nossos técnicos estão capacitados para desenvolver todo o projeto para a implantação do sistema”, afirmou Joachim Maier, vice-presidentes de vendas da Mercedes-Benz do Brasil.

O sistema é na realidade um aprimoramento dos já existentes em algumas cidades do País, sendo ônibus articulados que contam com estações próprias com equipamentos que facilitam a acessibilidade tanto do público em geral quanto de portadores de necessidades especiais. De acordo com o projeto, os veículos devem transitar por corredores exclusivos, atingindo o objetivo de tornar-se mais rápidos que os meios de transporte coletivo urbanos tradicionais.
Quanto aos novos combustíveis, a empresa vem realizando testes pioneiros com o uso de biocombustíveis, como diesel de cana e biodiesel, e com o desenvolvimento de motores Conama P7. Esses testes são realizados pelo Centro de Desenvolvimento Tecnológico da Mercedes-Benz do Brasil, localizado na unidade de São Bernardo do Campo, que é o maior da Daimler AG fora da Alemanha e o maior do setor de veículos comerciais na América Latina.
Nos primeiros testes foram utilizados 10% do biocombustível no abastecimento com o diesel “tradicional”. Segundo Joachim Maier, os resultados foram altamente positivos, ampliando as possibilidades de uma utilização efetiva nos próximos anos. “O nosso objetivo é chegar a uma fórmula onde possamos utilizar o biocombustível sem fazer grandes alterações no motor e isso poderá ser possível nos próximos cinco anos”, afirmou o vice-presidente de vendas da Mercedes.

Leia Também