Quinta, 23 de Novembro de 2017

Mercado eleva a previsão de inflação, PIB e juros

27 ABR 2010Por 20h:15

São Paulo

 

O mercado brasileiro elevou suas estimativas para a inflação, a taxa de juros e o crescimento do país neste ano, mas manteve o cenário de um aperto monetário de 0,50 ponto percentual nesta semana, mostrou o relatório Focus, divulgado ontem.

A mediana das previsões para o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) neste ano passou para alta de 5,41%, ante 5,32% na semana anterior, na 14ª semana consecutiva de elevação. O prognóstico para 2011 foi mantido em 4,80%.

A estimativa para a Selic no fim do ano passou para 11,75% ante 11,50% na semana anterior, enquanto para 2011 permaneceu em 11,25%.

Para a reunião desta semana, o prognóstico foi mantido em 9,25%, indicando alta de 0,50 ponto percentual antes os atuais 8,75%.

A estimativa para o crescimento do Produto Interno Bruto deste ano foi elevada para 6,0%, ante 5,81% anteriormente. Para 2011, ela permaneceu em 4,5%.

O mercado também elevou os cenários para outros índices de inflação em 2011, colocando o IGP-DI (Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna) e o IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado) para, respectivamente, 8,01% e 8,03%, e o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) para 5,50%.

A estimativa para o superávit da balança comercial neste ano subiu para US$ 12 bilhões, ante US$ 10 bilhões na semana anterior, e para 2011 aumentou para US$ 5 bilhões, contra US$ 3,99 bilhões antes.

O cenário para o câmbio foi mantido neste ano e no próximo, em, respectivamente, R$ 1,80 e R$ 1,85.

Leia Também