Sábado, 18 de Novembro de 2017

Melancia produzida em Eldorado terá selo do Mapa

26 ABR 2010Por 19h:09

A melancia produzida em Eldorado vai receber selo que lhe garantirá preferência no mercado e melhores preços. O escritório da Agraer em Eldorado, em parceria com a prefeitura municipal e com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) está atuando no processo de obtenção do selo de Indicação Geográfica (IG) para a melancia la produzida. A iniciativa tem o objetivo de complementar o projeto de implantação do Zoneamento Agrícola da Melancia no município.

A Indicação Geográfica é a identificação de um produto como originário de um determinado local, região ou país, conferindo a ele uma identidade própria. O nome geográfico utilizado junto ao produto estabelece uma ligação entre as suas características e a sua origem, criando conseqüentemente, um fator diferenciador entre aquele produto e os demais disponíveis no mercado, tornando-o mais atraente e confiável.

Os trabalhos para obtenção da Indicação Geográfica para a melancia de Eldorado iniciaram-se em março com a capacitação de técnicos da Agraer, Secretaria Municipal da Agricultura e produtores. Em seguida, foi realizado encontro de produtores com equipe do Ministério da Agricultura, em que foram demandados serviços de apoio ao sistema produtivo da melancia no município "Nesta reunião foram acordadas entre o Ministério e os agricultores, as etapas de trabalho que seriam necessárias para a obtenção da IG, como o zoneamento agrícola da melancia; a produção integrada de frutas e o requerimento do certificado de sanidade e do certificado fitossanitário de origem com o intuito de subsidiar a exportação de produtos à Argentina e ao Paraguai", explica a gestora de desenvolvimento rural da Agraer de Eldorado, Eliziane Wits.

De acordo com o engenheiro agrônomo da Agraer, Cézar Bulhões Martins, entre os benefícios que a Indicação Geográfica pode gerar ao produtor estão a valorização do território; o aumento do valor agregado e da qualidade do produto, que passa a ser submetido a controles de produção e elaboração e a facilidade na divulgação do produto. "Além disso, toda a comunidade é beneficiada com o estímulo ao turismo, a distribuição mais equitativa da renda e a geração de empregos. Ele explica que o processo para obtenção da Indicação Geográfica é de médio a longo prazo, mas que o início da ação fundamentada na requisição do zoneamento agrícola já é de muita importância.

Leia Também