Quinta, 23 de Novembro de 2017

Matagal cresce até nos canteiros das principais vias de Dourados

23 JAN 2010Por FÁBIO DORTA, DOURADOS07h:47
O município de Dourados ficou quase 30 dias sem limpeza pública e o matagal tomou conta de canteiros centrais, parques esportivos, rotatórias, áreas públicas e até do cemitério municipal. Em algumas vias de grande movimento de veículos, os motoristas têm dificuldades para enxergar quando precisam fazer uma conversão, o que pode até provocar acidentes. O contrato com a empresa que era a prestadora de serviços venceu no último dia 24 de dezembro e a nova licitação feita pela prefeitura foi cancelada porque uma das empresas derrotadas na disputa entrou na justiça. Apenas na semana passada a administração municipal conseguiu contratar, em regime de urgência, duas empresas pelo prazo de 180 dias. Mas a demora para resolver a questão fez com que, além do mato, a sujeira também tomasse conta das ruas e terrenos. A situação se agravou ainda mais por causa do grande volume de chuva registrado este mês no município. Até mesmo pátios de escolas e postos de saúde ficaram cheios de mato. Sujeira e dengue A sujeira e o mato colaboram também para o acúmulo de água da chuva, aumentando a proliferação do Aedes aeg ypti, o mosquito transmissor da dengue. A cidade vive um surto da doença e os hospitais estão lotados de pessoas infectadas. Esta semana foi feito um mutirão de limpeza para tentar conter o problema. O secretário municipal de Serviços Urbanos, Cláudio Marcelo Hall, afirmou que, com a contratação das empresas, o serviço de limpeza deverá ser normalizado nos próximos dias. A cidade foi dividida em setores para que o trabalho das equipes contratadas apresente resultados Em algumas vias, motoristas têm dificuldades para enxergar quando precisam fazer conversão práticos mais rapidamente.

Leia Também