Segunda, 20 de Novembro de 2017

Márcio Fernandes foi quem mais investiu na disputa pela reeleição

10 AGO 2010Por 04h:25
Fernanda Brigatti

Dos candidatos a reeleição que entregaram suas prestações de contas à Justiça Eleitoral na semana passada, o que mais investiu no primeiro mês de campanha foi o deputado estadual Márcio Fernandes (PTdoB), vice-líder do governo na Assembleia. Só em bens estimáveis em dinheiro, ele gastou R$ 16 mil, de um total de R$ 175,7 mil. Na corrida por uma vaga na Câmara dos Deputados, o deputado estadual Reinaldo Azambuja (PSDB) já investiu mais que os concorrentes que disputam a reeleição: R$ 321,08 mil gastos até agora.
Atrás de Márcio Fernandes, outro governista. Carlos Marun (PMDB) declarou já ter gasto R$ 106,4 mil no primeiro mês de campanha, R$ 7,6 mil dos quais foram em bens. O candidato que declarou o menor volume de gastos, até agora, foi o deputado estadual Youssif Domingos (PMDB). Segundo os dados entregues ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), até a semana passada ele tinha gasto apenas R$ 1,9 mil em bens estimáveis em dinheiro.
Pelo bom desempenho nas urnas, os candidatos a deputado federal Edson Giroto (PR) e Antonio Carlos Biffi (PT) não economizaram. O primeiro já investiu R$ 125,5 mil e o petista declarou R$ 175 mil gastos no primeiro mês de campanha. Ao TSE, o deputado federal em busca de reeleição Vander Loubet (PT) declarou ter consumido R$ 5,4 mil em bens estimáveis, sem outros gastos de campanha, ficando na lanterninha entre os que buscam a reeleição.
Segundo o TSE, 14 candidatos a deputado federal e 3 a estadual não entregaram a prestação de contas parcial.

Leia Também