Terça, 21 de Novembro de 2017

MODELO DESAPARECIDA

Manchas de sangue são as pistas que a polícia está investigando

1 JUL 2010Por 06h:29
Rio

A Polícia Civil de Minas Gerais continua trabalhando em busca de pistas que possam esclarecer o desaparecimento de Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno, do Flamengo. Peritos do Instituto de Criminalística confirmaram a existência de vestígios de sangue no carro do jogador. Amostras do sangue do pai de Eliza teriam sido colhidas para comparações. Até agora, pelo menos 20 pessoas já foram ouvidas.

O carro importado era dirigido por um amigo de Bruno, quando foi apreendido numa blitz, no dia 8 de junho, por apresentar problemas na documentação. Clayton da Silva, o motorista, foi ouvido pela polícia durante quase cinco horas. O advogado Lourival Carneiro, que acompanhou o depoimento, disse que o motorista “não deve nada”.

Roupas, fraldas e outros objetos encontrados estão sendo analisados. Ainda segundo fontes ligadas às investigações também teria sido detectado sangue na casa. A polícia recolheu imagens do circuito interno do condomínio onde fica o sítio do jogador.

A delegada Alessandra Wilke, responsável pelo inquérito, disse  que “a gente está trabalhando, vai continuar trabalhando, e por enquanto não pode ser divulgada nenhuma informação. O Bruno ainda não foi intimado. Se ele quiser comparecer pra depor espontaneamente ele pode vir, que nós vamos ouvi-lo, mas não intimamos ele ainda”.

Leia Também