Sexta, 24 de Novembro de 2017

Mais um carro de goleiro deverá ser periciado

3 JUL 2010Por 00h:09
RIO DE JANEIRO

Mais um carro do goleiro Bruno, do Flamengo, poderá ser periciado, de acordo com informações do chefe do Departamento de Investigações em Belo Horizonte, delegado Édson Moreira. O automóvel que deverá passar por análise de peritos especializados é o modelo New Beetle, que teria sido usado pelo amigo do jogador do Flamengo, conhecido pelo apelido de Macarrão.
O delegado Édson Moreira, responsável pelo caso, explicou o motivo de ainda não ter convocado o goleiro Bruno para depor em Minas Gerais. “Para interrogarmos o jogador é preciso que antes tenhamos mais provas técnico-científicas para que consigamos alguma coisa. Precisamos trazê-los, tanto Bruno quanto Macarrão,  no momento certo. E este momento está chegando”, disse o delegado.
Pelo terceiro dia consecutivo o goleiro Bruno apareceu para treinar no Ninho do Urubu, centro de treinamento do Flamengo, localizado em Vargem Grande, Zona Oeste do Rio. Sorridente e aparentando tranquilidade, o atleta participou das atividades com juniores do Flamengo.
Bruno participou ativamente dos treinos com os novatos, orientando o posicionamento da defesa e orientando a marcação. Ao contrário do que aconteceu na quinta-feira, quando os profissionais de imprensa foram liberados para entrar pelo diretor-executivo de Futebol, Zico, os jornalistas não puderam gravar imagens e fazer fotos do treino.

Pai de Eliza
O pai de Eliza Samudio, Luiz Carlos Samudio, afirmou ontem que acredita que o caso do desaparecimento da filha caminhe para uma solução já na próxima semana. Para ele, testemunhas trarão importantes detalhes que poderão solucionar o mistério.
“Acredito que na semana que vem vamos resolver tudo isso, após o exame de DNA, já que as autoridades já colheram o meu material genético e de meu neto. As coisas estão se afunilando e qualquer momento alguém vai aparecer com uma informação contundente“, disse Luiz Carlos. Aparentando estar tranquilo, Luiz Carlos voltou a dizer que não tem muitas esperanças de que a filha seja localizada com vida. Para ele, o momento é de encontrar os criminosos e puni-los.
“Todas as evidências me levam a crer que ela não vai mais retornar. Temos agora que reunir todas as provas para punir o culpado ou culpados”, disse.

Medo
Quatro dias após comparecer espontaneamente ao 2º. Distrito Policial de Santos para contar o que sabia da relação conturbada entre o goleiro Bruno Fernandes, do Flamengo, e a estudante Eliza Samudio, de 25 anos, uma amiga de Eliza deixou a cidade, com medo de sofrer perseguições, seja da mídia ou a mando do próprio Bruno. A família da amiga de Eliza não quis revelar o paradeiro da moça, que tem 35 anos, afirmando apenas que ela está a mais de 8 horas de distância da Baixada Santista e praticamente incomunicável.
Em sua declaração à Polícia Civil, a amiga revelou que conheceu Eliza há um ano e meio, por intermédio de uma amiga em comum, e que as três moraram juntas em um apartamento em São Paulo. Eliza já estava grávida nessa época, contou que o pai da criança era Bruno e que havia se mudado do Rio de Janeiro para São Paulo após o goleiro ter tentado que ela fizesse uma aborto.

Leia Também