Sábado, 18 de Novembro de 2017

Maioria quer nova eleição para prefeito e Murilo é o favorito

13 SET 2010Por 13h:55
Maria Matheus

A maioria dos moradores de Dourados acha que deve haver nova eleição para substituir o prefeito afastado, Ari Artuzi, preso na Operação Uragano, deflagrada no dia 1º de setembro. O favorito para substituir o prefeito afastado é o vice-governador Murilo Zauith (DEM), derrotado por Artuzi em 2008. Em uma lista com o ex-prefeito Laerte Tetila (PT) e os deputados federais Geraldo Resende (PMDB) e Marçal Filho (PMDB), 64% dos entrevistados escolheram Murilo.
Para 77% da população de Dourados, deveria haver nova eleição municipal, uma vez que o prefeito e 11 dos 12 vereadores devem responder processo por corrupção, formação de quadrilha, entre outros crimes. Para 13%, não deve haver eleição municipal fora de época. Outros 10% não responderam.
O Ibrape perguntou aos entrevistados em quem eles votariam se os candidatos a prefeito de Dourados fossem Murilo, Tetila, Geraldo Resende, Marçal Filho. O democrata alcançou 64%, vantagem de 48 pontos percentuais em relação ao segundo colocado, Laerte Tetila, que atingiu 16%. Geraldo obteve 8% de preferência e Marçal, 5%. Brancos e nulos somam 2% e 5% não reponderam.
Murilo também foi o mais citado na pesquisa espontânea, em que o entrevistado responde em quem votaria sem consultar a lista de possíveis candidatos. Nessa modalidade, 33% mencionaram o nome do democrata, enquanto Tetila foi citado por 13%; Geraldo, 8% e Marçal, 4%. Délia Razuk, única vereadora que não foi incidiada pela Polícia Federal, foi lembrada por 4% dos entrevistados e o deputado estadual Zé Teixeira (DEM), por 2%. O percentual de indecisos é alto, 30%. Brancos e nulos totalizam 6%.
Embora a realização de nova eleição seja a vontade da maioria dos moradores de Dourados, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral, Luiz Carlos Santini, afastou essa possibilidade porque os crimes apurados na Operação Uragano estão fora da esfera eleitoral.
Se a Justiça acolher o pedido do Ministério Público para afastar o prefeito, o vice-prefeito e os vereadores, os suplentes devem ser convocados. Depois, devem constituir nova Mesa Diretora na Câmara Municipal e o presidente da Casa, deve assumir a prefeitura, hoje sob o comando do juiz Eduardo Rocha.

Eleições 2008
Dos 386 entrevistados pelo Instituto Ibrape, 46% votaram em Artuzi nas eleições de 2008, 36% em Murilo, 8% não votaram e 10% não reponderam.
Para 92% dos entrevistados, o secretário de Governo Eleando Passaia, até então braço direito do prefeito, agiu de forma correta ao denunciar as irregularidades, mas 5% reprovam a conduta do secretário. Outros 3% não responderam.
A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O levantamento foi realizado entre os dias 8 e 9 de setembro, em 26 bairros de Dourados.

Leia Também