Quinta, 23 de Novembro de 2017

Mãe e filho se reencontram depois de 28 anos de separação

9 MAR 2010Por 08h:43
“Bênção mãe”. As palavras que demonstram respeito foram as primeiras ditas por Vandir Domingos Euzébio, 33 anos, à mãe, Beatriz Domingos Euzébio, 51 anos, depois de 28 anos sem vê-la. Ela respondeu com “acabou o sofrimento meu filho”. O reencontro emocionante aconteceu na tarde de ontem, em Campo Grande. Separação Beatriz era casada com Aparecido Domingos Euzébio, já falecido, com o qual teve cinco filhos. Devido ao comportamento violento do esposo, ela decidiu fugir de casa e levar os meninos, ainda muito crianças. “Fiquei uma semana fugindo, indo de uma cidade para outra. Ele me achou, dizia que iria me matar e tomou meus filhos”, conta a camareira de um hotel no distrito de Albuquerque, no Pantanal de Mato Grosso do Sul. Aparecido então fugiu com os filhos para Miranda. O pai dizia aos meninos que havia matado a mãe deles e, com medo que Aparecido fosse preso, os garotos não o denunciava. O pai morreu vítima de acidente de trabalho e os meninos voltaram para a casa dos avós, mas, foram largados em um orfanato com apenas duas peças de roupas e um chinelo com os pés trocados. Vandir ficou um tempo no local e depois seguiu para Campo Grande, onde mora. Reencontro Desde que soube do paradeiro de Vandir, Beatriz passou a ter contato com ele por telefone. Ontem, ela viu o filho pela primeira vez depois de 28 anos. “Agora eu estou feliz. Ele está bem de saúde”, declarou a camareira. “Agora eu posso falar que tenho filhos e netos”, disse Beatriz com lágrimas nos olhos. A fel icidade da “nova” família é tanta, que a filha mais nova de Vandir, Michele, já quer passar as férias escolares com a avó no Pantanal. “Eu gosto dela. Quero passar as férias com ela, não tenho medo dos bichos”. “Meu pai dizia que quando visse a mãe dele ia dar um abraço bem forte nela”, revelou Michele. E foi o que Vandir fez quando reencontrou Beatriz.

Leia Também