Sexta, 24 de Novembro de 2017

Lula pode inaugurar obra do PAC em Campo Grande

29 JAN 2010Por MARIA MATHEUS09h:26
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a ministrachefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, pré-candidata à sucessão presidencial, podem vir a Campo Grande no dia 19 de fevereiro para inaugurar a obra do complexo Imbirussu- Serradinho, que está sendo realizada com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O Planalto pediu para apressar o término da obra. A prefeitura vai tentar concluí-la até a data da visita de Lula e da ministra, em fevereiro. “O presidente vai a Três Lagoas e, provavelmente, poderá vir a Campo Grande para participar desse evento (de inauguração) se estiver pronto”, disse o prefeito Nelsinho Trad (PMDB). Dos R$ 83 milhões que estão sendo investidos no empreendimento, R$ 40 milhões são recursos do PAC e R$ 43 milhões são provenientes de empréstimo do Fonplata (Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata). O prefeito informou que 83% do projeto está executado. “Estamos junto com o pessoal da Caixa fiscalizando a obra para ver se dá tempo”, afirmou o prefeito, ontem à tarde. A iniciativa do Palácio do Planalto de propor a Lula para participar de inauguração de obra do PAC em Campo Grande ocorreu dois dias depois de Nelsinho confirmar apoio à pré-candidatura de Dilma Rousseff. O prefeito recebeu, ontem, ligação de dirigente da Caixa Econômica Federal para receber informações da conclusão de obras do PAC. Nelsinho respondeu que a mais adiantada é a do Imbirussu-Serradinho. O presidente tem aproveitado eventos oficiais para alavancar a pré-candidatura de Dilma, chamada por Lula de “mãe do PAC”. Ele quer inaugurar o maior número de obras possível enquanto a legislação eleitoral permite a participação da ministra neste tipo de solenidade. Dilma deve se desincompatibilizar do cargo até o início de abril e, a partir de julho, não poderá mais participar de inaugurações de obras públicas. Em Três Lagoas, Lula e Dilma visitariam a Fibria (empresa que nasceu da fusão entre Votorantim Celulose e Papel e Aracruz). No ano passado, ele iria à inauguração da fábrica, mas cancelou a agenda. Lula poderia, inclusive, aproveitar a visita ao Estado para se encontrar com o presidente do Paraguai, Fernando Lugo, possivelmente em Ponta Porã. Os dois iriam tratar do acordo da Hidrelétrica Itaipu Binacional, conforme informou ontem o Jornal ABC Color, de Assunção. A obra O projeto de urbanização Imbirussu-Serradinho – o maior da administração de Nelsinho Trad – teve início em novembro de 2007. Foram retiradas mais de 850 famílias que viviam às margens do Imbirussu. O empreendimento beneficia aproximadamente 47 bairros que circundam o córrego, conforme informações da prefeitura municipal. A obra possu i 6,3 mi l quilômetros de extensão ao longo do córrego – começa na Avenida Duque de Caxias (acesso Vila Popular) e segue até a Avenida Euler de Azevedo (região Tênis Clube). Compreende recuperação do ecossistema da microbacia do Córrego Imbirussu, reconstituição da mata ciliar, revitalização do Horto Florestal e construção de ciclovia ao longo do trecho. Para sua conclusão, foram necessárias obras de contenção de enchentes (drenagem) na Vila Popular, construção de unidades habitacionais para famílias que até então viviam em áreas de risco, escola, Centro de Educação Infantil, pavimentação das duas pistas da avenida que interliga as saídas de Aquidauana e Rochedo (Detran).

Leia Também