Terça, 21 de Novembro de 2017

Lixo atormenta moradores de três bairros há 2 meses

23 FEV 2010Por 03h:46
Moradores da Vila Margarida, Catarina e Marabá (região próxima ao Carandá Bosque) estão há dois meses convivendo com o lixo acumulado nas ruas. Atormentados por não conseguir se livrar do problema, eles reclamam da sujeira – espalhada até nas calçadas do bairro – e temem doenças que podem surgir. Boato na região sobre a ida do mutirão de limpeza da Prefeitura Municipal em dezembro de 2009 teria provocado uma força-tarefa dos moradores que limparam seus terrenos e jogaram objetos sem mais utilidade nas calçadas e ruas, na esperança de que o caminhão da prefeitura aparecesse para recolher o lixo. “A gente passou o Natal e o Réveillon mergulhados na sujeira. O boato se espalhou de uma forma que todo mundo começou a jogar lixo e entulho para fora de suas casas e até hoje estamos na mesma situação”, aponta o morador da Vila Margarida, Alcino Sabino, revoltado com o cenário atual das ruas de seu bairro. “Tem bueiro que já está entupindo por conta da sujeira que vai se acumulando”, emenda. De acordo com a assessoria da Prefeitura Muncipal de Campo Grande, não há periodicidade definida para que o mutirão passe nos bairros, mas cada região deve ser visitada pelo menos duas vezes por ano. Boatos sobre o trajeto do mutirão costumam acontecer com frequência, segundo a assessoria. Não há divulgação do cronograma de limpeza nos bairros de Campo Grande no site da prefeitura (www.pmcg.ms.gov. br) e também não é possível obter o itinerário do mutirão por telefone. A única forma oficial para avisar os moradores do itinerário do serviço, informa a assessoria, são os agentes de saúde que visitam as casas periodicamente. Quanto à região da Vila Margarida, Catarina e Marabá, a prefeitura informou que a equipe estará no local em oito dias, para recolher o entulho e lixo acumulados.

Leia Também