Sexta, 24 de Novembro de 2017

Liberação judicial já beneficiou 115 detentos de Dois Irmãos do Buriti

21 JAN 2010Por 05h:56
Um grupo de 115 detentos retirados do Presídio de Dois Irmãos do Buriti já está em casa, em Campo Grande, sob regime domiciliar. O quarto grupo de presos – mais 45 – deve passar por audiência admonitória nesta sexta-feira e também ser liberado logo em seguida. A remoção atende à ordem de habeas corpus pleiteada pela Defensoria Pública e concedida pela 1ª Turma Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. Pela decisão judicial, os internos devem ser colocados em regime domiciliar até que o Estado lhes assegure condições de cumprimento de pena dentro do regime – o semiaberto – a que têm direito. Cerca de 300 condenados do regime semiaberto da Capital mandados para o fechado em Dois Irmãos devem ser transferidos de volta. Todos aqueles, para os quais não houver vagas disponibilizadas pela Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), serão enviados para casa. O processo de liberação começou na segunda-feira, com a transferência dos primeiros 26 presos. Dos 41 que deixaram o PDIB naquele dia para ingresso em regime domiciliar, 15 acabaram barrados ainda no fórum, na audiência admonitória, por não terem comprovado o endereço residencial atualizado. Na terça-feira, o juiz Alysson Kneip Duque, de Dois Irmãos, liberou 44 e ontem mais 45. A transferência está sendo feita em ônibus cedido pela Prefeitura de Dois Irmãos e sob escolta da Polícia Militar de Aquidauana. A ordem é evitar que os detentos, uma vez liberados na audiência, fiquem perambulando naquela cidade por falta de transporte para a viagem de volta para Campo Grande. Removidos para a Capital, eles estão sendo deixados na Colônia Penal Agrícola, região do Núcleo Industrial, de onde podem se dirigir às respectivas residências.

Leia Também