Quinta, 23 de Novembro de 2017

Leishmaniose causou morte em Três Lagoas

30 MAR 2010Por 23h:18
A Secretaria Municipal de Saúde de Três Lagoas divulgou ontem que a causa da morte  de Vilson Divino Gomes dos Santos, de 27 anos, foi leishmaniose e não dengue, como havia a suspeita. Na semana passada, Vilson, que morava em Campo Grande e estava em Três Lagoas para visitar a família, foi internado com suspeita de dengue hemorrágica. Com o resultado dos exames, ficou comprovado que não era dengue e sim leishmaniose.

Este foi o primeiro caso de óbito por causa da doença na cidade. Outros três casos foram notificados e os pacientes estão sendo monitorados pela secretaria. O caso não foi registrado em Três Lagoas, já que, segundo a diretora de Vigilância Sanitária, Angelina Zuque, o paciente já chegou à cidade com a doença e não morava na cidade.   

Segundo informações da Secretaria de Saúde, Vilson dos Santos estava morando havia um ano em Campo Grande, e veio visitar os pais, Helena Fátima dos Santos e Jailson Moreira de Jesus. Ao chegar a Três Lagoas, Vilson  já apresentava sintomas como dores estomacais, febre e sangramento na gengiva. Ele procurou atendimento no  PAB (Pronto Atendimento Básico), onde foi diagnosticado virose, medicado e liberado.

Como os sintomas persistiram, ele retornou ao PAB, de onde foi encaminhado para o Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, desta vez com diagnóstico de dengue. No hospital, o caso agravou-se e ele morreu alguns dias depois, ainda sem identificar a causa, somente confirmada na terça, dia 30, com o resultado dos exames.

Leia Também