Segunda, 20 de Novembro de 2017

Conflito Internacional

Juiz boliviano busca refúgio em MS

7 JUL 2010Por 07h:27

Dizendo-se perseguido pelo Governo do presidente Evo Morales, o juiz boliviano Luis Hernando Tapia Pachi, 53 anos, refugiou-se na Polícia Federal em Corumbá, mas as autoridades, por questão de segurança, não informam se ele continua na cidade. O magistrado alega que teve sua prisão decretada de forma arbitrária, sob a acusação de prevaricação e desobediência. Ele negou-se a participar de audiências do Tribunal de Justiça da capital sobre o caso da morte de três supostos terroristas por forças militares, ocorrida em abril de 2009, no Hotel Las Américas, em Santa Cruz de la Sierra, onde atua. O juiz colocou sob suspeita a versão de que os três fossem realmente separatistas e por isso, segundo ele, está sendo perseguido.

Leia Também