Sábado, 18 de Novembro de 2017

Jovens somam quase metade dos migrantes

18 AGO 2010Por 07h:36
AGÊNCIA ESTADO, SÃO PAULO

Os jovens da faixa etária dos 18 aos 29 anos são quase metade dos migrantes - aqueles que mudam de uma região para outra e dentro da própria região - no País, de acordo com o estudo “Migração Interna no Brasil”, divulgado ontem pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Em 1995, do total de migrantes no País, o porcentual de jovens era de 49,9% e, em 2001, de 47,3%. Há cinco anos, o total era de 45,5%, índice pouco menor que o de 2008, de 45,6%.
O instituto aponta que “esse indicador já está em diminuição, graças ao processo de envelhecimento populacional”. Apesar disso, o número de jovens migrantes de dentro da Região Sul apresentou aumento no último período analisado: de 39,5% em 2005 para 49,9% em 2008. O instituto destaca também o alto porcentual de jovens entre os migrantes do Nordeste para o Sudeste em 2008: 62,9%.
O estudo aponta ainda que a informalidade era maior entre os migrantes que entre os não migrantes nos três primeiros anos da série (1995, 2001 e 2005). Em 2008, houve uma inversão e a informalidade passou a ser maior entre os não migrantes.

Leia Também