Quarta, 22 de Novembro de 2017

Jovem é morto e outro baleado em frente a uma conveniência no Guanandy

13 SET 2010Por 14h:16
Vânya Santos

Anderson Peixoto da Silva, de 21 anos, foi morto e Janderson Cabral dos Santos, 23 anos, baleado nas costas depois de se desentenderem com um rapaz num bar da Capital. O crime, registrado após uma cena de ciúmes, aconteceu por volta das 4h de ontem, na calçada de uma conveniência localizada na Avenida Manoel da Costa Lima, Bairro Guanandy.
Uma testemunha de 14 anos, contou para a polícia que ela, o namorado Janderson, Anderson e sua namorada estavam no Bar do Tião, que fica na Rua Leão Zardo, Bairro Jardim São Conrado, quando um homem paquerou a namorada de Anderson. Enciumado, o jovem deu início a uma discussão, que avançou para troca de socos.
Após a agressão, os dois casais decidiram deixar o local e seguir para a Conveniência Guanandy, situada no bairro de mesmo nome. Os jovens estavam na calçada do estabelecimento, quando chegou um Vectra ocupado por dois homens. O passageiro, que estava armado, desceu do veículo e desferiu vários disparos. Anderson sofreu ferimento no peito e morreu no local, enquanto Janderson foi baleado nas costas, socorrido e encaminhado para a Santa Casa.
A polícia já tem a identificação de um suspeito. O acusado, que não teve o nome revelado para não atrapalhar as investigações, reside no Bairro São Conrado. O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) e será investigado por equipe da 5ª Delegacia de Polícia (DP).  

Nhá-Nhá
Ainda no sábado, Mônica Rodrigues, de 24 anos, foi presa em flagrante acusada de matar a facada o marido Cézar Lulu Félix, de 31 anos. O homicídio ocorreu por volta das 23h, na residência do casal, que fica na Rua da Passagem, Vila Nhá-Nhá, em Campo Grande. Inicialmente, a própria mulher acionou a polícia para atender a uma ocorrência de tentativa de suicídio no endereço, mas na delegacia ela confessou ser a autora do homicídio.
A acusada, que morava com Cézar há quatro meses, contou que o casal teve uma briga na tarde de sexta-feira e no sábado o marido ligou várias vezes para que ela fosse retirar seus pertences do imóvel. À noite, ao chegar na casa, Mônica constatou que o companheiro estava agressivo. Ela afirmou que o homem passou a agredi-la com puxões de cabelo e ameaçá-la de morte.
Para se defender, a mulher desferiu um golpe de faca, que atingiu Cézar no peito. O homem foi socorrido, mas morreu ao dar entrada na Santa Casa. A arma do crime foi apreendida e as investigações sobre o caso também ficarão sob a responsabilidade da 5ª DP.

Leia Também