Segunda, 20 de Novembro de 2017

Janeiro registra 20 mortes em rodovias

3 FEV 2010Por SILVIA TADA07h:41
Vinte pessoas morreram vítimas de acidentes no mês de janeiro, segundo dados contabilizados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Rodoviária Estadual (PRE). O número é 53% maior que os registros de 2009, quando 13 pessoas perderam a vida. Do total de óbitos de 2010, onze aconteceram nas vias federais e nove nas estaduais. Levando-se em conta apenas as ocorrências nas rodovias controladas pelo Governo do Estado, o aumento atingiu 200%, passando de três para nove mortes. Janeiro de 2010 registrou 49% a mais de acidentes em rodovias federais que o mesmo período do ano passado. Foram 313 acidentes neste ano, enquanto em janeiro anterior foram 210. A violência nas estradas resultou em número maior de mortes – no mês passado foram 11 óbitos nos locais dos acidentes, um a mais que o verificado em 2009, segundo a Polícia Rodoviária Federal. Todos os registros relativos aos acidentes e mortes feitos pelo órgão federal tiveram acréscimos. O maior deles aconteceu no número de acidentes sem vítimas, que passou de 98 em 2009 para 186 em 2010, um aumento de 89%. Já a quantidade de colisões que resultaram em pessoas feridas passou de 104 para 118 (aumento de 13,4%). A PRF indica que 215 pessoas ficaram feridas nos acidentes e onze morreram. O fim de semana passado contribuiu para a elevação das estatísticas de mortes. Foram cinco em vias federais, sendo quatro no sábado e uma no domingo. No sábado, na BR-262, em Miranda, duas pessoas morreram após capotamento. Estaduais Levantamento da Polícia Rodoviária Estadual indicou aumento de 53,1% no número total de acidentes. Foram 72 registros, que resultaram em nove mortes e 50 feridos. O número total de vítimas (59) é 51% maior que o contabilizado em 2009 (39 vítimas). Um dos acidentes mais graves aconteceu em Inocência, na MS-112, quando um veículo Apollo saiu da pista e capotou várias vezes. Três dos cinco ocupantes, todos da mesma família morreram.

Leia Também