Terça, 21 de Novembro de 2017

Isolados, assentados do Estado viram “favelados do campo”

14 MAR 2010Por 05h:55
Quatro anos depois de ter conquistado os tão esperados 12,5 hectares que representavam o pontapé para uma vida melhor, moradores dos assentamentos Avaré e Mutum – localizados entre os municípios de Ribas do Rio Pardo e Santa Rita do Pardo, região leste de Mato Grosso do Sul –, aos poucos perdem a esperança de sair da miséria. O abandono, a falta de infraestrutura e condições para produção agropecuária – até mesmo de subexistência – transformaram as famílias assentadas em verdadeiros “favelados do campo”, como eles mesmos definem. A terra arenosa não permite plantio de lavoura e o que se vê ao longo dos quase 10 mil hectares é o amarelo do solo e alguns metros da plantação arruinada.

Leia Também