Quinta, 23 de Novembro de 2017

Investimento na construção da indústria será de US$ 2,2 bilhões

27 FEV 2010Por 05h:04
O investimento na construção da fábrica de fertilizantes é estimado em US$ 2,2 bilhões e deve suprir a demanda do Brasil por fertilizantes, que atualmente só produz 10% do que usa. A nova fábrica da Petrobras deve gerar cerca de 7 mil empregos diretos (na fase de construção) e cerca de 500 quando entrar em operação. A unidade vai produzir ureia granulada e perolada. A produção dos fertilizantes deve começar a partir de 2013, com capacidade anual de 1 milhão de toneladas. Contorno ferroviário Durante o evento realizado ontem na Câmara de Vereadores de Três Lagoas, o governador anunciou ainda a construção do novo contorno ferroviário, que vai atender à fábrica de fertilizantes e às duas já existentes, de celulose e papel. A licitação do contorno foi publicada nesta semana no Diário Oficial de Mato Grosso do Sul e marcada para 31 de março. A obra, avaliada em R$ 50 milhões, vai mudar o traçado da cidade de Três Lagoas. Com 12 quilômetros de extensão, o contorno ferroviário vai ser construído fora do perímetro urbano, possibilitando a retirada dos trilhos do centro da cidade, o que há muito é esperado pela população. A intervenção vai mudar o perfil da cidade e trazer maior desenvolvimento para bairros que, mesmo localizados próximos ao centro, ainda são desvalorizados por causa dos trilhos. Junto à construção do contorno, a Fibria (indústria de celulose e papel) vai construir um ramal ferroviário particular, com extensão de 22 quilômetros, que ligará a unidade industrial aos trilhos que passam por Três Lagoas com destino ao porto de Santos, em São Paulo. Em junho do ano passado, a Prefeitura de Três Lagoas realizou audiência pública para discussão sobre a construção do contorno e a retirada dos trilhos, com aprovação da maioria dos habitantes. Asfalto esperado Outra obra emblemática anunciada nesta sexta-feira foi a pavimentação asfáltica da rodovia MS-112, que liga Três Lagoas ao município de Inocência, principal via para o escoamento de soja e algodão da região do bolsão. Orçada em R$ 95 milhões, a obra será executada em duas frentes de trabalho, em dois trechos: de Três Lagoas ao distrito de São Pedro e de São Pedro a Inocência. (RR)

Leia Também