Sexta, 24 de Novembro de 2017

Indústria produz mais que a demanda e estoque fica acima do planejado

25 AGO 2010Por 05h:40
Brasília

A indústria produziu mais do que a demanda e os estoques ficaram acima do nível planejado em julho, informou ontem a Confederação Nacional da Indústria (CNI). No mês passado o indicador de estoques atingiu 51,3 pontos contra 49,2, em junho. Esta é a primeira vez que o indicador fica acima de 50 pontos este ano. Os dados da Sondagem Industrial variam de 0 a 100. Valores acima de 50 pontos indicam evolução ou expectativa positiva.
O indicador de evolução da produção registrou 53,4 pontos em julho, contra 51,8 pontos no mês anterior. Na avaliação da CNI, o acúmulo de estoque se deve ao aumento da produção, mas se esse excesso voltar a se repetir, a situação passa a ser preocupante. Por enquanto, os técnicos enxergam, no resultado, um fator transitório e esperam que o indicador volte para 50 pontos, considerado adequado para atender à demanda.
A sondagem mostra que a produção industrial voltou a crescer de forma mais disseminada em julho, com o índice de evolução da produção passando de 51,8 para 53,4 pontos – caracterizando o aumento da produção da indústria.
A CNI destaca, porém, que, mesmo com o aumento da produção, houve queda na capacidade instalada do setor, considerada inferior para meses de julho. O indicador de utilização da capacidade instalada situou-se em 49,1 pontos.
Com relação à demanda, medida em agosto, o indicador ficou em 63,1 pontos, com empresários otimistas que pretendem aumentar as compras de matérias-primas.
Por outro lado, a sondagem aponta que as perspectivas “quanto à quantidade exportada seguem positivas, mas menos favoráveis”. O indicador de expectativa quanto às exportações nos próximos seis meses recuou de 52,2 pontos em julho para 51,8 pontos em agosto, se aproximando dos 50 pontos.
A Sondagem Industrial foi feita entre 2 e 18 de agosto com 1.472 empresas, das quais 817 são pequenas, 449 médias e 206 grandes.

Leia Também