Segunda, 20 de Novembro de 2017

Independência paga hoje primeira parcela das dívidas

30 MAR 2010Por Rosana Siqueira23h:10
Os pecuaristas aguardam para hoje o pagamento da primeira parcela de R$ 100 mil por parte do frigorífico Independência, conforme proposta aprovada por 98,6% dos credores em assembleia geral realizada no dia 5 de novembro. As empresas Independência S.A. e Nova Carne Indústria de Alimentos Ltda. devem depositar hoje na conta dos 1.524 pecuaristas credores de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Minas Gerais e Goiás um montante de R$ 152,4 milhões. Somente em MS seriam 296 produtores que teriam direito a receber cerca de R$ 42 milhões.

Pela proposta aprovada no plano de recuperação judicial, a empresa pagaria aos pecuaristas R$ 100 mil à vista no dia 31 de março e o saldo restante em 24 parcelas. A dívida total do Independência soma aproximadamente R$ 3 bilhões, sendo R$ 194 milhões com os pecuaristas.

O superintendente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Luciano Vacari, diz que a expectativa é de que o Independência cumpra o acordo judicial e “encerre esse episódio que já prejudicou muito o pecuarista”. Ele explica que “só com os 494 criadores de Mato Grosso a dívida representa capital de giro, que estava represado, de quase R$ 50 milhões”. Vacari faz a ressalva de que “essa não foi a melhor proposta, mas foi a possível, pois esse montante quita a dívida total de mais de 75% dos pecuaristas”. “Além disso, não queremos o pedido de falência do frigorífico”, diz.

O Independência tem quatro plantas de abate bovino em Mato Grosso que atualmente estão paralisadas. As unidades ficam nas cidades de Confresa, Juína, Nova Xavantina e Pontes e Lacerda. O Independência tem duas unidades de abate bovino em operação no País: em Rondônia e em Goiás.
Em Mato Grosso do Sul, o frigorífico tinha abatedouros em Campo Grande, Nova Andradina e Anastácio, que também estão paralisados. (com informações da Agência Estado)

Leia Também