Quarta, 22 de Novembro de 2017

Hatch Tiida traz discretas novidades na versão 2010

29 JAN 2010Por 01h:40
A Nissan providenciou o tal “sopro de meia-vida” em seu hatch médio. A linha 2010 do Tiida chega às concessionárias brasileiras com pequenas modificações no design. A grade dianteira do modelo importado do México ganhou três filetes horizontais e contornos cromados que remetem ao sedã Sentra 2010. Segundo a montadora, ambos seguem o novo padrão da marca, inspirado no sedã de luxo Maxima, vendido nos Estados Unidos e México. Ao mesmo tempo, o Tiida ganhou novos equipamentos nas duas versões, ambas equipadas com motor 1.8 Flex Fuel de 126 cv de potência. Entre as novidades da top SL está a chave presencial IKey, já disponível na minivan Livina e no Sentra. Ela funciona por meio de um sensor, que destrava as portas e permite a partida no motor quando o motorista se aproxima do veículo. A configuração S traz como novidade o ajuste de altura do banco do motorista, item que a maioria dos concorrentes do segmento de hatchs médios já dispunha. O painel de instrumentos também passou por mudanças de design, com o centro do velocímetro ganhando a mesma cor da parte externa e números de marcação da velocidade mais fáceis de serem visualizados, graças à nova fonte adotada. A luz dos ícones do conta-giros mudou de vermelho para laranja. O Tiida concorre com Citroën C4, Chevrolet Vectra GT, Hyundai i30, VW Golf, e Ford Focus. O hatch da Nissan é reconhecido no mercado pela extensa lista de equipamentos de série desde a opção mais em conta, que inclui itens como ar-condicionado (automático digital na versão SL), vidros e travas com acionamento elétrico, direção elétrica com assistência variável, travamento automático das portas com veículo em movimento e o banco traseiro reclinável deslizante na horizontal, que permite o deslocamento da peça em até 24 cm. Os preços da linha 2010 do Tiida começam em R$ 48.990 na S 1.8 manual e chegam a R$ 57.990 na SL 1.8 automática.

Leia Também