Domingo, 19 de Novembro de 2017

Greve pode paralisar frigoríficos amanhã

4 MAR 2010Por 05h:32
Trabalhadores de frigoríficos da Capital decidiram que vão cruzar os braços amanhã, por tempo indeterminado, depois da negociação sem sucesso com o sindicato patronal por aumento de salários. Empregadores e empregados divergem no índice de reajuste salarial: os funcionários querem piso de R$ 615 e 11% de acréscimo para quem fatura mais do que isso, já os empresários oferecem 4,6% – mas admitiram que estão abertos a negociação, em nota assinada pelo Sindicato das Indústrias de Frio, Carnes e Derivados do Estado de MS. A discussão começou no último dia 23, no Ministério do Trabalho e Emprego, mas não foi adiante. O motivo, segundo o presidente da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins de MS, Vilson Gimenes Gregório, foi o “completo desrespeito à classe trabalhadora”, por parte do sindicato patronal, que “se recusou a discutir a pauta”. Os patrões rebatem: “em momento algum, (o sindicato) suspendeu as negociações de reajuste salarial”. “Vamos paralisar sim e provocar grandes prejuízos econômicos para eles”, ameaçou Gregório, em nota divulgada pela federação à imprensa. O sindicalista não foi encontrado pela reportagem para informar quantos trabalhadores vão aderir à paralisação.

Leia Também