Sábado, 18 de Novembro de 2017

Governo não encontra fraude no frango da Seara

4 AGO 2010Por 08h:23
Carlos Henrique Braga

O departamento de inspeção da Superintendência Federal de Agricultura (SFA), ligada ao Ministério da Agricultura, não encontrou provas de fraude no frango em frigorífico da Seara, em Sidrolândia, e suspendeu o Regime Especial de Fiscalização. As aves foram inspecionadas entre 17 de julho e ontem depois que indícios de água excessiva foram encontrados em produtos da empresa no varejo.
A equipe de auditores não comprovou amostras fora da lei, que permite até 6% de água no peso de frangos resfriados. Aos temperados, é autorizada adição máxima de 20%. O frigorífico voltou a funcionar sob regime normal de fiscalização.
Nota publicada pelo departamento em julho havia suspendido “produtos de carne de aves in natura (carcaças e cortes) produzidos como congelados e resfriados. Com a suspensão, todos os produtos em estoque na  empresa, e em outras de São Paulo e Mato Grosso, foram submetidos a análise antes da liberação para comercialização.
Na época, a Seara informou que moveria ação contra o ministério por não concordar com a metodologia da análise.

Leia Também