Sábado, 18 de Novembro de 2017

Gays tentam barrar indicação de general

10 FEV 2010Por 22h:54
Os sargentos Fernando Alcântara de Figueiredo e Laci Araújo ingressaram ontem com representação na Mesa Diretora do Senado contra a indicação do general Raymundo Nonato de Cerqueira Filho para o STM (Superior Tribunal Militar). Laci foi detido pelo Exército depois que revelou manter relação amorosa com Figueiredo – que pediu baixa das Forças Armadas em meio à polêmica, ocorrida em 2008. Os militares vão tentar convencer o Senado a derrubar a indicação do general para o STM depois que Cerqueira Filho, em sabatina na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado, manifestou posição contrária à presença de homossexuais nas Forças Armadas. Os sargentos protocolaram o requerimento na Mesa Di retora da Casa e entregaram uma cópia do documento ao senador Demóstenes Torres (DEM-GO), presidente da CCJ. Os militares argumentam que, como futuros integrantes do STM, o general e o almirante terão que julgar o processo contra Laci que tramita no tribunal. O sargento responde a processo no STM por deserção após revelar a relação amorosa com Figueiredo – que está na reserva.

Leia Também