Quinta, 23 de Novembro de 2017

Probabilidades

Gatos escuros causam mais alergia, indica estudo preliminar nos EUA

31 AGO 2010Por 09h:35

Os gatos estão entre as causas mais comuns de alergia nos Estados Unidos, atingindo o dobro de americanos que apresentam intolerância a cães, por exemplo. As fontes dessas alergias são proteínas encontradas na caspa, na urina e na saliva dos felinos, fazendo com que todos os felinos sejam capazes de provocar reações.

Porém, alguns cientistas suspeitam que, quanto mais escuro for o pelo do animal, maior a probabilidade de o animal induzir reações alérgicas.

Os cientistas levantaram essa hipótese em um pequeno estudo realizado no ano 2000 com 300 pacientes alérgicos. Eles descobriram que os donos de gatos de cor escura tinham de duas a quatro vezes mais probabilidade de apresentar sintomas moderados a graves em comparação aos donos de felinos de pelo claro ou aos que não tinham o animal em casa. Estudos adicionais descobriram que as fêmeas produzem menos alergênios que os machos.

Apesar disso, a associação entre cor e alergia não é conclusiva, afirma Clifford Bassett, do Allergy and Asthma Care, em Nova York, e um dos autores do

trabalho. Uma pesquisa posterior, publicado na revista científica The Journal of Allergy and Clinical Immunology, constatou que a cor da pelagem de um gato não tinha efeito sobre a quantidade de alergênios produzida. Bassett disse que ele e um colega estavam planejando um estudo mais amplo para ver se as conclusões anteriores se sustentam.

Ele recomenda várias medidas aos pacientes que são alérgicos e querem manter os gatos em casa. Se não for possível evitar o contato, vacinas para alergia são eficazes, juntamente com medicação. Bassett também aconselha o uso de filtros de ar, manter o animal fora do quarto e dar banho nele com frequência.

Leia Também