Domingo, 19 de Novembro de 2017

Galeria celular está na fase de montagem em córrego

25 JAN 2010Por 08h:09
As obras para eliminar a cratera, atualmente concentram- se no Córrego Prosa onde está sendo montada a galeria celular com concreto pré-moldado que será encaixada no tubo metálico (armco). De acordo com o secretário João Antônio De Marco, desta forma resolve-se o problema hidráulico, o que permitirá a vazão no Prosa. A queda do aterro foi causada pela infiltração da água da chuva na laje que o sustentava. A área, explicou o secretário, tem cerca de 15 metros e resultou ainda em efeito cascata, obstruindo um duto que passa embaixo da via, represando a água e resultando no rompimento da rede de esgoto. De Marco detalhou como está sendo conduzida a obra. Depois da fabricação das placas, iniciou-se a moldagem destas entre a galeria e a tubulação metálica. Segundo ele, esse bloco de transição é feito de concreto. O próximo passo será a montagem e a colocação do aterro, com a recomposição da pavimentação.

Leia Também